COVID-19 SURVEY

As medidas de confinamento e isolamento social ativadas para conter a propagação do COVID-19 têm tido um impacto significativo no setor do lazer noturno em Portugal. O encerramento massivo de bares, restaurantes, discotecas, salas de concertos e outros estabelecimentos comerciais associados à noite, ameaça destruir a vida noturna das nossas cidades. Para os/as trabalhadores/as do setor, artistas, freelancers e empresários/as esta situação tem significado, na maioria dos casos, a perda dos seus postos de trabalho e dos seus rendimentos.

Uma equipe de investigadores/as da Rede Internacional de Estudos sobre a Noite LXNIGHTS em parceria com a associação Kosmicare e sob a coordenação do Dr. Jordi Nofre, Investigador Principal FCT no CICS.NOVA, lançou um inquérito online coincidindo com o fim do estado de emergência com o intuito de recolher uma série de informações sobre o impacto das medidas decretadas pelo Governo para combater a pandemia da Covid-19 sobre o setor do lazer noturno nas duas principais cidades do país, Lisboa e Porto, e as estratégias que os artistas, empresários/as e trabalhadores/as da noite estão a por em prática para afrontar a crise. O estudo também visa mapear os novos hábitos de lazer noturno dos e das frequentadores/as da noite durante o isolamento social. A equipa de trabalho inclui investigadores/as da NOVA FCSH, do CIES-IUL e da FEP-UCP.

O público alvo é abrangente e está divido em quatro grandes grupos: artistas, músicos e DJs; promotores/as e organizadores/as de eventos; empresários/as e gerentes de espaços de lazer noturno; trabalhadores/as do setor do lazer noturno e frequentadores/as destes ambientes. Este estudo pretende ser o início de um trabalho de continuidade e de seguimento dos impactos reais da atual crise na vida noturna a meio e longo prazo. 

O inquérito pode ser respondido no seguinte link:

 https://forms.gle/CTxcu85jDwvcZdh67